Festa de São José Operário – A dignidade do trabalho

1229

Resultado de imagem para icone são jose operario

Neste dia dedicado ao trabalhador, a Igreja celebra a festa de São José Operário, indicando-nos o modelo de trabalho que deve ser exercido por nós, cristãos, cientes de que todo o serviço que desempenhamos é oferecido ao próprio Deus. De fato, através do trabalho zeloso e dedicado, o homem e a mulher podem servir a Cristo e demonstrar de forma concreta o seu amor aos irmãos que dependem do seu labor.

A leitura do antigo testamento proposta na liturgia de hoje faz memória da obra da criação de Deus. É o próprio Deus que, com o trabalho de suas mãos, lança os fundamentos do universo, coroando o seu trabalho de amor com a criação do homem, feito à sua imagem e semelhança. Por ser imagem e semelhança de Deus, o homem é então convidado a também colaborar com a criação através do trabalho. Com efeito, Deus pede aos nossos primeiros pais: “enchei a terra e submetei-a! Dominai sobre os peixes do mar, sobre os pássaros do céu e sobre todos os animais que se movem sobre a terra” (Gn 1, 28). Como fiéis administradores da criação que nos foi confiada, nós trabalhamos e desenvolvemos a obra das mãos de Deus.

Na leitura da Carta aos Colossenses, igualmente proposta na liturgia de hoje, São Paulo ressalta com que ânimo devemos nos aproximar do trabalho que realizamos. O apóstolo nos ensina que “tudo o que fizerdes, fazei-o de coração, como para o Senhor e não para os homens”(Cl 3,23). Em verdade, somos convidados a servir a Deus no cotidiano de nosso trabalho, glorificando a Deus nos serviços prestados aos homens e à sociedade, na certeza de que o labor de nossas mãos coopera com a Providência Divina para a concretização do seu reino de paz e justiça.

Por fim, no Evangelho desta festa litúrgica, Jesus recebe o título de “filho do carpinteiro” (Mt 13, 55). O povo reunido na sinagoga imaginava que, atribuindo a Cristo esta característica, estariam diminuindo a sua credibilidade. Contudo, ao se fazer verdadeiramente filho de um trabalhador, Jesus Cristo revestiu de dignidade divina as mãos calejadas de todos os homens e mulheres que trabalham e que ,com o suor de cada dia, sustentam suas famílias e comunidades.

Como é belo contemplar que o filho de Deus, ao assumir a nossa condição humana, permitiu-se ser materialmente sustentado pelo trabalho diário e dedicado de São José, participando o próprio Cristo do ofício de seu pai carpinteiro. Nesta data tão significativa, peçamos a Deus por todos os trabalhadores, para que eles possuam condições dignas de trabalho, e rezemos também por todos os irmãos desempregados, para que a Mãe da Divina Providência venha em seu auxílio.

São José, esposo da Virgem Maria, rogai por nós!